Desenvolvimento gestacional: como é o nono mês?

A preparação para o parto acontece durante toda a gestação. Por isso, acompanhar as fases de desenvolvimento do bebê faz parte do dia a dia da mãe. 

Além de sentir as mudanças no corpo, é possível se conectar cada vez mais com o serzinho, que, com 37 semanas, está prestes a chegar e, em alguns casos, até já decidiu vir ao mundo.

A contagem durante a gravidez é feita por semana e, a partir das 37 semanas, dá-se início ao nono mês de gestação, conhecido como “gestação a termo”. 

Ou seja, esse é o momento em que um bebê não é mais considerado prematuro, e as chances de complicações durante o parto diminuem drasticamente, assim sendo observados:

  • Batimentos;
  • Desenvolvimento;
  • Detalhes sobre o corpo;
  • Entre outros fatores.

Entenda o que acontece nas últimas semanas de gestação e se prepare para viver um portal muito especial, que é o nascimento de um bebê e de uma nova mãe.

Como está o bebê no nono mês de gestação?

No final da gestação, mais especificamente a partir das 37 semanas, o bebê ganha peso de forma mais acelerada, podendo chegar ao dobro do peso semanal que costumava ganhar até então.

Esse é o momento em que os pulmões já estão maduros e, caso decida nascer, poderá respirar sozinho e com segurança. 

É comum que os bebês estejam de cabeça para baixo, ou seja, em posição cefálica, nesse momento da gestação. No entanto, alguns bebês permanecem sentados, ou na posição pélvica, e até o momento do parto podem inverter a posição.

Nessa fase, o bebê já pratica a vida fora do útero, interage com o cordão umbilical puxando–o e chupa os dedinhos.

O peso do bebê pode variar de acordo com o histórico. Vale lembrar que cada bebê tem um biotipo e um desenvolvimento gestacional. 

O corpo da mãe no nono mês de gestação

Nessa fase da gestação, é possível que a barriga esteja com uma forma diferente, talvez até com um aspecto “mais baixo”. Ou seja, o bebê começa a se posicionar mais perto do canal vaginal.

É possível que a mãe sinta uma pressão maior no baixo ventre, mais vontade de urinar, sinta dificuldade para se levantar e passe a andar com as pernas mais afastadas.

O corpo se prepara para o parto

Esse é o momento em que o corpo começa a se preparar para o parto. Sendo assim, é possível que a mãe apresente algum tipo de corrimento vaginal ou sinta uma secreção gelatinosa sair. 

Essa “gosma” é conhecida tampão mucoso, produzido no início da gestação, e fica no orifício do colo uterino. Pode começar a sair aos poucos, como um aviso de que o corpo está quase pronto para o parto.

Além disso, as contrações de treinamento são comuns nessa fase, porém nem todas as mulheres sentem. Em resumo, são contrações uterinas, que causam certa pressão na barriga e não causam dor. 

Desenvolvimento gestacional: como saber se entrei em trabalho de parto?

Antes de tudo, é importante ter muito claro que o parto é um processo único em cada mulher. Diante disso, nem sempre os sintomas apresentados por uma serão vivenciados ou sentidos por outra.

Por outro lado, existem algumas formas de se guiar para aprender a receber as mensagens que o corpo dá durante o início do trabalho de parto.

Mensagens do corpo no trabalho de parto

É possível que as contrações de treinamento se transformem em contrações ritmadas, ou seja, a mulher passa a sentir uma espécie de cólica quando as contrações se aproximam.

O mais importante neste momento é manter uma respiração ativa e consciente, além de fazer o acompanhamento do ritmo dessas contrações, entendendo se elas realmente estão ritmadas, ou seja, repetindo-se a cada certo tempo.

Avisar o parceiro é uma forma muito interessante de prepará-lo para dar suporte no momento em que as contrações aumentarem. Caso tenha uma equipe à sua disposição, o parceiro fica responsável por ativá-la.

É possível que o tampão mucoso seja totalmente eliminado durante o trabalho de parto e que a mãe sinta dor de barriga. Isso mesmo, uma vontade de defecar muito forte, deixando-a com vontade de ir ao banheiro.

Em alguns casos, a bolsa pode romper, porém o trabalho de parto pode estar ativo mesmo sem o rompimento da bolsa. Caso a mãe não esteja sentindo-se segura para vivenciar o trabalho de parto em casa, deve procurar um hospital mais próximo. 

Contudo, é importante que o ambiente seja agradável a fim de que o parto seja mais tranquilo e confortável, permitindo que o momento do nascimento do bebê seja especial.

Com essas informações, você poderá se preparar para o nono mês de gestação, entendendo melhor as mensagens do corpo.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*