Dicas para pais com filho usuário de drogas

drogas

O uso de drogas na adolescência cresce gradativamente ao longo dos anos, de acordo com pesquisas em 2016 236,8 mil jovens fizeram o uso de drogas ilícitas no Brasil. A sociedade de certa forma estimula para que crianças e adolescentes façam o uso de substâncias químicas, e por muitas vezes inconscientemente.

 

O IBGE aponta que a faixa etária de idade para consumir drogas é entre 13 à 17 anos de idade, por muitas vezes os pais têm o conhecimento do consumo, por outro lado, o uso é desconhecido pelos próprios pais. 

 

O lar saudável e aberto para conversas, incentiva para que o adicto tenha uma conversa sincera com os pais. Contudo, o lar carregado de normas, regras e que tem uma falta de diálogo irá fazer com que o adolescente não tenha um relacionamento saudável com os pais.

 

Quer entender algumas causas que levam um adolescente a usar drogas? Veja abaixo! 

 

  • Experimento: A adolescência é uma fase de vulnerabilidade, ele sente que precisa curtir a vida e fazer tudo o que estiver ao seu alcance. Inúmeras pessoas começaram a usar frequentemente por conta do uso experimental, e atualmente não conseguem parar de fazer o consumo. 

 

  • Social: O uso social é usado em festas, baladas, Raves e dentre outras datas de comemoração, geralmente o uso social é estimulado por amigos e até mesmo familiares. 
  • Traumas: Recordações que lhe tragam sofrimento e dor podem fazer com que recorra a substâncias químicas para esquecer momentaneamente momentos difíceis. 

 

  • Problemas: Problemas no trabalho, na família, vida financeira e dentre outras adversidades pode fazer com que o adolescente use drogas. 
  • Problemas psíquicos: Pessoas com depressão e ansiedade usam com frequência substâncias químicas, as substâncias podem ser um refúgio momentâneo de esquecer o que sente. 

 

6 dicas para pais que têm filhos usuários de drogas

 

 

  1. Converse com seu filho: Seja pacífico, brigar vai piorar a situação entre pai e filho. Converse com calma mostrando que os pais sempre estarão do lado do filho, mesmo nas situações ruins.  

 

  1. Incentive a procurar por ajuda: Sempre incentive para que ele queira buscar ajuda, uma clínica de recuperação em Brasília voluntária será a melhor opção para tratar a doença. 

 

  1. Seja calmo: Momentos como este, ficar estressado fará com que o adicto perca o controle da sua vida. Pais precisaram ser fortes em momentos de dificuldade. 

 

  1. Estimule regras: Colocar regras claras para fazer com que o filho dependente siga. 

 

  1. Tome decisões: Por muitas vezes a situação sairá do controle, e será fundamental para que os pais tomem alguma atitude.

 

  1. Busque por ajuda de profissionais: De acordo com especialistas a melhor forma para tratar o problema é realizando uma internação voluntária, contudo, se o adicto perder o controle do consumo pondo a sua vida em risco e a vida de outras pessoas, os pais devem tomar uma atitude firme de realizar uma internação involuntária. 

 

 

Por que é importante buscar ajuda?

 

A única forma para tratar a dependência química é procurando por ajuda de profissionais qualificados. Médicos, enfermeiros, psicólogos, nutricionistas e supervisores serão a equipe de ajuda para que o adicto fique longe das drogas e aprenda a viver sem as substâncias químicas no corpo. 

 

Quando a doença se torna crônica, a clínica de reabilitação é a melhor forma para tratar o problema, evitando o falecimento do adolescente. 

 

Se você é pai e procura por ajuda, o Grupo Aliança pela Vida pode te ajudar, apenas entre em contato com um de nossos consultores. Negar o problema será uma opção prejudicial futuramente, o adicto precisa de ajuda para não ter uma possível overdose ou ser levado à morte. 

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*