Especialização em Medicina: 5 Dicas para te ajudar a escolher melhor

Especialização em Medicina

Leia este artigo até o final e aprenda tudo sobre a Especialização em Medicina e veja as 5 Dicas para te ajudar a escolher melhor.

Um fato conhecido de todos é que a jornada de estudos e profissional de medicina exige muito esforço e dedicação. 

Por isso, para ter destaque na profissão é preciso que você invista em uma especialização, esse será um divisor de águas na vida do profissional.

Afinal, esse é o momento que ele irá escolher o que fará pelo resto de sua vida. 

A medicina é um segmento bastante abrangente e abre portas para diversas áreas.

Por isso, essa decisão pode gerar uma insegurança para alguns.

Pensando nisso, fizemos este artigo com algumas áreas de especialização em medicina para te ajudar a escolher a que você mais se identifica.

Para ajudá-lo nessa escolha, separamos cuidadosamente 5 considerações que você deve fazer antes de tomar essa decisão. 

Esperamos que essas dicas deem uma clareza para tomar a melhor decisão e direcionar melhor a sua carreira.

Um profissional de enfermagem por exemplo, nunca deve exercer o papel de médico e tentar receitar remédios para possivels clientes, pois pode ser que você receite alguem comprar misoprostol, mas não saiba que é proibido sem receita.

Conheça as 5 dicas que irão te ajudar a escolher melhor sua área de especialização em medicina.

  1. Avalie o mercado

Para que um profissional de medicina obtenha sucesso, alguns fatores precisam ser levados em consideração.

Além da sua competência, fatores, como:

  • Concorrência,
  • Demanda de pacientes 
  • Localização

Esses são pontos muito importantes para o sucesso desse profissional.

Por isso, a avaliação do mercado deve ser o primeiro ponto a ser pensado na hora da sua escolha.

O primeiro passo é estabelecer suas prioridades: você já tem uma especialidade em mente? Ou uma cidade que deseja morar? Seu foco é pela satisfação do trabalho ou pelo retorno financeiro?

Sabendo dessas respostas, fica mais fácil você conseguir avaliar com mais clareza as melhores oportunidades que se tenham a ver com o seu perfil. 

  1. Busque áreas que você tenha mais afinidade

De acordo com pesquisas, a maioria dos médicos trabalham por mais de 50 horas por semana, você está preparado?

A medicina é conhecida como uma das profissões que mais prestam serviço; por isso, é importante que você saiba que passará muito tempo no trabalho.

Dessa forma, é importante escolher a área de especialização que você mais goste e se identifique.

Pois quando fazemos o que gostamos, a profissão não é um trabalho e sim um prazer!

  1. Determine o nível de relacionamento que deseja ter com pacientes

O contato direto com pacientes é um dos pontos cruciais para o sucesso  da prática médica, afinal de contas, se o paciente não se sente bem com o profissional, com certeza ele irá buscar por outro.

Existem especializações em medicina com diferentes formas de contato com os pacientes. 

Por exemplo: na patologia clínica, não é necessário muita conversa diretamente com o paciente. 

Já outras áreas, como a medicina intensiva, essa área é necessário o contato com os pacientes.

Basta você avaliar qual área de especialização se encaixa melhor com o seu perfil.

  1. Tenha Metas

Após a finalização do curso, é importante pensar na carreira em longo prazo. 

Recomendamos que, ao escolher uma residência ou especialização em medicina, você já tenha algo em mente. 

Isso evita que você perca tempo e fique frustrado no meio da jornada acadêmica e consequentemente tenha que trancar o curso.

Além de trazer vários benefícios a sua carreira em longo prazo, ter metas te ajuda a se manter mais focado nos estudos. 

  1. Esteja com a mente aberta

Após se formar em medicina, é comum pensarmos que a residência médica é o caminho mais comum a se seguir. 

Embora seja a escolha de muitos profissionais, entretanto é importante pensar fora da caixa e avaliar todas as opções.

Um profissional de saúde sempre deve respeitar as regras do seu conselho e nunca receitar algo que o paciente terá problemas maiores, pois afinal devemos tratar um problema sem criar outros.

Se você receitar uma sibutramina para um paciente, pois se o mesmo pesquisar para comprar sem receita na internet, ele comprará e caso dê algum problema, sempre será ruim para quem receitou.

Você pode ter algo em mente, mas quando recomendamos que você esteja com a mente aberta, isso é importante para te ajudar a conhecer melhor todas as outras opções que talvez você não conheça.

Podendo até ser uma área que se encaixe com o seu perfil.

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*