Procedimentos estéticos e bem-estar

Os procedimentos estéticos encontrados em clínicas possuem muitos benefícios, sendo o principal deles a melhora da aparência física de uma pessoa.

É possível encontrar técnicas para os mais diversos fins, que precisam ser aplicadas por profissionais da área garantindo a segurança do procedimento.

Eles podem ser classificados em procedimentos invasivos, minimamente invasivos ou não invasivos. Os invasivos são os cirúrgicos, que só podem ser realizados por médicos cirurgiões.

Os minimamente invasivos devem ser aplicados por profissionais devidamente formados na área estética, com especialização técnica para executar o serviço.

Os não invasivos, apesar de não apresentarem riscos à saúde, devem ser realizados por profissionais qualificados para os procedimentos oferecidos em uma clinica de estetica.

Os procedimentos estéticos visam melhorar a aparência de uma pessoa, oferecendo benefícios em termos de beleza, mas também atuam melhorando a qualidade de vida, pois podem ser essenciais para auxiliar na recuperação de alguns quadros de saúde.

Por isso, alguns procedimentos podem ser fundamentais para:

  • Ajudar na circulação sanguínea;
  • Drenar o excesso de líquidos corporais;
  • Reduzir parte das lesões de pele;
  • Melhorar os contornos corporais;
  • Eliminar toxinas.

Por isso, é importante conhecer alguns dos principais tipos de técnicas que auxiliam tanto na saúde das pessoas quanto na melhora da sua aparência física.

Procedimentos não invasivos

É possível realizar uma série de procedimentos não invasivos conforme a necessidade e a preferência de um cliente. Esses procedimentos são normalmente realizados sem um preparo prévio, podendo ser agendados com facilidade.

Alguns dos mais conhecidos são:

  • Drenagem linfática;
  • Fio a fio cilios;
  • Bronzeamento artificial;
  • Limpeza de pele;
  • Quiropraxia.

Os procedimentos não invasivos são aqueles em que não ocorre aplicação de substâncias em camadas da pele com o auxílio de seringas e agulhas.

No geral, todos os produtos utilizados permanecem na superfície da pele, sendo absorvidos naturalmente.

Há ainda uma limpeza de pele com peeling, em que é aplicado um tipo de ácido específico para a região do rosto, que atua na renovação da pele. Assim, após a realização do procedimento, é normal que a pele descame, fazendo com que ela seja renovada e a aparência da face fique mais limpa e reluzente.

Um exemplo desse tipo de procedimento é a limpeza de pele, em que algumas substâncias são aplicadas para que os poros da derme sejam mais facilmente higienizados, removendo impurezas como cravos e acnes.

Geralmente, a duração do procedimento é curta, sendo realizado por profissionais da área que utilizam técnicas especiais para remover os elementos que podem deixar a pele com um aspecto mais oleoso e empolado.

Outros procedimentos estéticos não invasivos são aqueles que fixam alguns elementos com o uso de substâncias específicas, como o alongamento de cílios volume russo, que dá maior volume e aumenta o aspecto dos fios de maneira superficial, sem a necessidade de realizar técnicas invasivas.

Os minimamente invasivos

Os procedimentos minimamente invasivos são aqueles realizados nas camadas mais superficiais da pele, em que uma substância é aplicada para agir de maneira interna no corpo, otimizando resultados externos.

Entre os mais variados tipos de procedimentos minimamente invasivos está a aplicação de toxina botulínica, que geralmente é realizado em regiões do rosto, como testa e olhos.

Essa toxina atua paralisando os músculos faciais, de modo que eles permanecem rígidos por mais tempo e diminuem as linhas de expressão que aparecem ao longo dos anos.

Outro muito conhecido é a carboxiterapia, em que uma determinada quantidade de gás carbônico é inserida, por meio de agulhas, nas camadas mais superficiais da pele, estimulando a produção de colágeno e melhorando a aparência das estrias.

No geral, esses procedimentos demandam cuidados simples, como a aplicação de cremes hidratantes e evitar a exposição solar, para prevenir o surgimento de manchas na pele.

Procedimentos invasivos

Os procedimentos invasivos, como citado anteriormente, são aqueles cirúrgicos, que só podem ser realizados em ambiente hospitalar.

Esses procedimentos geralmente são realizados após a aplicação de anestesia e com incisões na pele, que demandam pontos.

A abdominoplastia em âncora é um desses procedimentos, que tem como objetivo remover o excesso de pele da região abdominal.

Após o término da cirurgia, o paciente deve tomar uma série de cuidados para que a cicatrização ocorra de maneira adequada. Outros exemplos são a lipoaspiração, a mamoplastia e a colocação de próteses de silicone.

Os procedimentos invasivos exigem maiores cuidados, que envolvem repouso e suspensão de algumas atividades físicas que poderão ser retomadas mais adiante, após a liberação médica.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*