Tudo o que você precisa saber sobre a alimentação do seu bebê

alimentacao bebe
PHOTO BY SEMYON A. SMIRNOV 2008

Leia este artigo até o final e saiba Tudo o que você precisa saber sobre a alimentação do seu bebê, aprenda tudo antes que o mesmo possa precisar.

Alimentar o bebê é um tema bastante discutido entre mães e pais, além de profissionais de saúde.

Além de entender o que uma criança deve comer no primeiro ano de vida, ainda há casos em que crianças pequenas lutam para comer.

Alimentar o bebê durante o primeiro mês de vida é muito importante.

Porque o tempo é importante para as crianças crescerem e se desenvolverem.

Além disso, deve-se notar que é recomendado consultar um pediatra para todas as orientações para a alimentação do bebêem cada fase.

Para você que deseja saber mais sobre assuntos sobre saúde, você pode visitar o site cytosaude.org que lá possui um blog que lhe ajudará

alimentacao do bebezinho

Nutrição nos primeiros 6 meses de vida de um bebê

A amamentação deve ser a única e primária forma de alimentar um bebê no primeiro mês de vida.

O colostro, que é o primeiro leite que a mulher produz para amamentar o bebê possui alto teor de proteínas e anticorpos maternos desde o dia em que o primeiro filho nasceu.

Por isso, ele é importante para os bebês recém nascidos , especialmente aqueles que nascem prematuramente.

Outros líquidos podem danificar a sucção do bebê e aumentar a probabilidade de infecção com outras doenças.

Na verdade, os bicos e as mamadeiras, fazem com que os bebês lentamente puxem mais ar, causando desconforto abdominal e, como resultado, cólicas.

Resumidamente, o leite materno é o melhor alimento para bebês no seu primeiro mês.

Além de fornecer toda a eficácia necessária para o desempenho adequado da criança, fornece a proteção necessária contra doenças e estimula o desenvolvimento dos sistemas digestório, neurológico e imunológico.

Nutrição a partir dos 6 meses de vida

Outros alimentos devem ser introduzidos gradualmente a partir de 6 meses para garantir que o bebê continue a crescer e a se desenvolver.

No entanto, o leite materno deve permanecer como uma fonte de calorias até dois anos ou mais.

Neste período, a criança já possui maturidade fisiológica e neurológica suficiente para receber outros alimentos, incluindo produtos semissólidos.

No entanto, crianças pequenas tendem a rejeitar ofertas iniciais, pois ainda não estão acostumadas com outros alimentos.

Inicialmente, a criança poderia comer pouco, e como resultado, mostrar sinais de fome depois de comer, onde poderá ser amamentada.

 

Assim, outras etapas podem ajudar uma dieta saudável de bebês após os primeiros seis meses:

  • Toda a dieta deve ser verificada e oferecida de três a cinco vezes por dia. Não há cronograma rigoroso e respeito aos desejos das crianças;

  • Primeiro, deve ter consistência pastosa, como por exemplo purê, até chegar a ter uma refeição familiar normal (a partir do 8º mês de vida);

  • Os alimentos devem ser fervidos apenas em água, triturados, picados ou picados, e não lacrados;

  • Ofereça sempre uma colher para que o bebê possa se acostumar e não haja risco de ferimento na cabeça;

  • Alimentos como beterraba e espinafre podem interferir na absorção de cálcio e ferro de outros alimentos. Portanto, eles não devem ser oferecidos diariamente;

  • Além de amassadas, as frutas também podem ser oferecidas na forma de suco. Servido apenas como polpa, sem açúcar ou água, limitado a 100 ml por dia e sempre após a refeição principal.

Guia de alimentação até 1 ano

Para facilitar a aparência para ver como deve ser a dieta do seu filho, o Ministério da Saúde emitiu alguns passos para como ter uma dieta saudável para crianças menores de dois anos:

  • Até os 6 meses: somente leite materno.

  • Ao completar 6 meses: leite materno, papa de frutas (duas vezes), papa salgada (uma vez).

  • Completando 7 meses: leite materno, papa de fruta (duas vezes), papa salgada (duas vezes).

  • Ao completar 8 meses: aos poucos passar para a alimentação da família.

  • Assim que completar 12 meses: leite materno, frutas, cereal, refeição básica da família, pão simples, entre outros.

Essa é apenas uma recomendação para que a alimentação do seu bebê seja adequada e venha proporcionar um crescimento e desenvolvimento correto e saudável.

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*